[RESENHA] Em Chamas, de Suzanne Collins.

7442771GG

Nome: Em Chamas              

Autora: Suzanne Collins

Editora: Rocco Jovens Leitores

Edição: 1

Ano: 2009                

Paginas: 413

Tradutor: Alexandre D’Elia

INBS:978-85-7980-064-1

SE VOCÊ AINDA NÃO LEU A RESENHA DE JOGOS VORAZES, CLIQUE [AQUI

Sinopse:

Depois de ganhar os Jogos Vorazes, competição entre jovens transmitida ao vivo para todos os distritos de Panem, Katniss agora terá que enfrentar a represália da Capital e decidir que caminho tomar quando descobre que suas atitudes nos jogos incitaram rebeliões em alguns distritos. Dessa vez, além de lutar por sua própria vida, terá que proteger seus amigos e familiares e, talvez, todo o povo de Panem.

Mistura de ficção científica com reality show, passando pela mitologia e pela filosofia, Em Chamas é o segundo volume da bem-sucedida trilogia iniciada com Jogos vorazes, mais novo fenômeno da literatura jovem dos últimos tempos.

Com mais de quatro milhões de exemplares vendidos apenas nos Estados Unidos e por 130 semanas na lista dos mais vendidos do The New York Times, a trilogia assinada por Suzanne Collins já teve seus dois primeiros livros adaptados para o cinema.

Crítica

Comecei a leitura deste título achando que a autora transcorreria a história sobre o drama de amor de Katniss, escolher entre Peeta ou Gale. Mas me surpreendi totalmente! Ela é realmente um gênio escrevendo.

Agora entendo porque tanto frisson por essa trilogia. Ao contrário do esperado ela mostra a perseguição da Capital, os levantes que acontecem em cada distrito, novos jogos vorazes e tudo isso permeado pelo amor de Katniss… Quem será que ela vai escolher?

Se Jogos Vorazes, já havia sido bom, Em Chamas, arrasou, me impressionou em todos os quesitos.

O final de Jogos Vorazes foi impactante e deixou muitas dúvidas. O que a Capital faria com o casal que os desafiou? Como poderia conter e fazer com que tudo isso não estimule ninguém a ir contra eles?

Katniss agora era uma campeã dos jogos, por isso se mudou para uma casa linda e confortável. Sua família não passa mais fome e não é mais obrigada a caçar e vender ilegalmente o que conseguia. Pela primeira vez poderia desfrutar do que é ser uma adolescente, mas para ela isso não era legal. Gale continua em sua vida árdua, ao contrário de Peeta, que nunca precisou passar necessidade e agora está melhor ainda.

Na frente das câmeras ela ainda precisa sustentar seu romance com Peeta, não é mais uma forma de sobrevivência nos Jogos, mas para a vida fora da arena. Não são os tributos que querem mata-la, é a Capital que está ameaçando-a.

Infelizmente uma coisa me decepcionou nesse livro: a Katniss. O início é muito cansativo por causa dela. Se no livro passado ela se lamentava por causa da sua vida dura no distrito, dessa vez ela se lamenta por sua vida boa. Sério, tá difícil de agradar essa garota, hein? Eu sei que ela se sente triste porque não quer viver tão bem enquanto várias pessoas que ela conhece passam necessidade, mas a ponto de reclamar de tudo?

Gale estava melhor lá quietinho no canto dele, mas neste livro ele tem muito mais destaque e importância para toda a história e Katniss. Conhecemos melhor sua personalidade e, sinceramente, eu acho ele um tiquinho egoísta e chato. Apesar de sua sede por vingança contra a Capital e toda a cena de desolação que os Distritos enfrentam, ainda não consigo o admirar. Mas não deixa de ser um bom personagem para a trama e para o desenvolvimento da mesma.

Haymitch, está em sua melhor forma. Mesmo bêbado ele parece estar sempre atento à tristeza da situação que o cerca, e do quanto o peso do conhecimento é duro de carregar. Eu gosto muito dele, apesar de ser politicamente incorreto (risos). Mas no fim das contas, Haymitch é um bom tutor. E é muito mais do que parece.

Em Chamas com certeza prova que livros para o público jovem pode ser sim muito bom e não apenas bobinho. Com uma história verdadeiramente dramática e uma carga emocional enorme, o livro ganha pela qualidade em todos os sentidos. Recheado de aventura, drama e cenas de tirar o fôlego. Não consigo nem descrever o quanto o livro é bom.

Diagramação:

A diagramação do livro é muito boa. Só tive contato físico com a edição brasileira e adorei: folhas de boa qualidade, amareladas, etc.

O livro tem apenas uma capa no Brasil, e por sinal não precisa de outra, pois a que conhecemos por aqui é muito bonita.

Quando o ponto é “erros ortográficos”, acabei achando alguns que, pelo visto, foram somente de digitação. Sobre a letra posso dizer que é de um tamanho bom, nada exagerado, mas também nada muito pequeno.

Quando o trabalho é tão bom, reconhecemos logo de cara: uma história ótima, com personagens ótimos e uma diagramação quase no mesmo nível.

“Porque, às vezes, acontecem coisas com as pessoas com as quais elas não estão preparadas para lidar”

200_s

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s